Série A Era dos Dados ajuda a compreender computação na nuvem

Atenção, este texto contém spoilers

 

O que a tecnologia para previsão do tempo e a computação em nuvem têm em comum? Esta e outras improváveis conexões fazem parte do episódio Nuvens, da série documental A Era dos Dados, disponível na plataforma de streaming Netflix. Apresentada pelo jornalista científico Latif Nasser, a produção investiga o impacto da transformação digital para a sociedade, apontando conexões entre os seres humanos, o mundo e o universo.

Com uma linguagem didática, acessível, dinâmica e por vezes, cômica, Nasser inicia sua busca pelo tema traçando pontos em comum entre a criação e o aperfeiçoamento da previsão do tempo e como isso contribuiu para o desenvolvimento de supercomputadores, o que mais tarde contribuiria para o surgimento da chamada Cloud Computing.

O episódio explica que o termo “nuvem” foi cunhado quando engenheiros pioneiros buscavam um jeito simples de diagramar redes complexas conectadas pela internet. Para resolver a questão, eles desenharam bolhas ao redor destas redes parecidas com o formato de uma nuvem. Com o passar do tempo, a palavra passou a ser conhecida também pelo novo significado, sendo adotada por outros profissionais de TI.

No decorrer do capítulo, Nasser aborda o quão presente a computação está na nossa realidade contemporânea, trazendo curiosidades e interligando pontos surpreendentes para a audiência.

 

A nuvem e as políticas públicas

Além de detalhar o que é preciso para fazer a tecnologia na nuvem operar, o episódio explora como o desenvolvimento da Cloud Computing pode ajudar na criação de políticas públicas, ao redor do mundo. O jornalista apresenta alguns exemplos, como no continente africano, onde atualmente essa tecnologia é usada para previnir o surto de doenças infecciosas, a partir da captação de dados de diferentes regiões, integrados por meio de um sistema arquitetado na nuvem.

A produção foi também até a Estônia para compreender como a Cloud Computing pode acabar com a burocracia entre governos e cidadãos. Conhecido por ser uma das nações mais avançadas digitalmente, o país lançou uma identificação digital que concentra todas as informações dos seus habitantes em uma única numeração.

No decorrer do episódio, Nasser conversa com Marten Kaevats, assessor digital nacional da Estônia, que detalha porque o país é considerado o primeiro do mundo a operar 100% de forma digital. “Isso significa que sempre que você interage com o governo, você não precisa ficar em uma fila, seja para renovar sua licença para dirigir ou para registrar um carro. Neste ano, por exemplo, preenchi meu imposto de renda em 18 segundos. A média no país é de três minutos para isso”, esclarece Kaevats.

O processamento de dados em nuvem na Estônia é tão avançado que se uma pessoa liga para uma ambulância, antes de chegar até a residência do paciente, a equipe de socorristas já tem acesso a informações como nome, idade, tipo sanguíneo e possíveis medicações de uso contínuo. A segurança pública e a cultura também são destaque no episódio. Desde a implementação do sistema no país, nenhum estoniano teve o documento digital roubado.

 

Nuvens no oceano

Outra curiosidade trazida pela série é a de que para levar internet ao mundo todo, a computação em nuvem precisa de estruturas terrestres, mas também oceânicas. São mais de 2 milhões de quilômetros em fios com fibra ótica, protegidos por cabos de aço que estão embaixo d’água, ligando um continente ao outro, quantidade equivalente à distância necessária para ir à Lua e voltar 3 vezes.

Uma das desvantagens apontadas pela série é o custo para que a tecnologia funcione. Uma simples busca no Google utiliza a mesma quantidade de energia que uma lâmpada de led acesa durante 3 minutos. Atualmente, a estrutura para computação em nuvem mundial emite tanto CO2 na atmosfera quanto a indústria aeronáutica inteira.

 

Jornada Para Nuvem

O tema da Jornada Para Nuvem está em alta e tem feito parte da transformação digital da nova economia. Muitas empresas já perceberam as vantagens em trabalhar com um ambiente desenvolvido para arquitetura in cloud. Para ajudar na tomada de decisão, criamos o infográfico Jornada Para Nuvem no Processo de Transformação Digital. O material está disponível gratuitamente para download e pode ser baixado aqui. Também falamos um pouco mais sobre o assunto, no blog-post 5 Razões para Sua Empresa Adotar uma Estratégia Multicloud.

A eZly conta com soluções em nuvem que podem ajudar seu negócio a ir mais longe, com métodos ágeis, crescimento escalável e segurança no armazenamento e trânsito de dados. Quer saber mais? Entre em contato com um de nossos especialistas pelo telefone +55 11 3045-8282 ou por meio do nosso formulário, disponível em https://ezly.com.br/fale-com-a-ezly/.

A eZly é Gold Partner IBM, uma das únicas empresas da América Latina com Certificação de Accreditation IBM em soluções B2B e tem ajudado centenas de empresas na integração de dados, em processos complexos, de forma eficiente e segura.

 

Conheça as vantagens do uso do Docker e Kubernetes

Se você é um profissional de TI (Tecnologia da Informação) provavelmente já deve ter ao menos ouvido falar em Docker e Kubernets. Mas afinal, o que significam esses termos? Você sabe quais são as vantagens do uso dessas tecnologias? Antes de mais nada, para explicar o que são Docker e Kubernetes é preciso entender  o que são containers.

O que são containers?

Containers são um conjunto de um ou mais processos organizados isoladamente do sistema. Dessa forma, container é o encapsulamento do código e de todas as dependências, bibliotecas, bins e arquivos que ele precisa para rodar. Assim, ele é isolado do seu ambiente de origem, garantindo sua portabilidade para qualquer outro ambiente. Em outras palavras, basta codificar uma única vez que ele poderá ser executado em qualquer lugar, seja localmente ou na nuvem.

O que é Docker?

O Docker é uma plataforma de código aberto, desenvolvido na linguagem Go e criada pelo próprio Docker.Inc. Ele tem alto desempenho e garante facilidade ao criar e administrar ambientes isolados. Dessa forma, podemos entender o Docker como uma forma de virtualizar aplicações no conceito de containers, possibilitando a criação, testes e implementações em um ambiente separado da máquina original. Portanto, os containers são isolados uns dos outros e agrupam seus próprios softwares, bibliotecas e arquivos de configuração.

O que é Kubernetes ?

Com a criação de containers, nasce também a necessidade de um local para gerenciá-los. Assim, Kubernetes ou k8s é um projeto de código aberto que tem como objetivo orquestrar containers e automatizar a implantação de aplicações. Originalmente, engenheiros do Google criaram e desenvolveram o Kubernetes. Até mesmo a tecnologia em cloud da gigante da comunicação utiliza este recurso.

Em síntese, é um sistema que tem por objetivo facilitar a implantação de aplicativos, a partir da perspectiva de microsserviços.  Funciona em ambientes privados, públicos ou híbridos. Na prática, empresas que utilizam containers precisarão em algum momento utilizar Kubernets como um próximo passo na jornada de transformação digital, uma vez que o alto volume exige uma melhor orquestração.

Por que usar Docker e Kubernets?

De acordo com uma pesquisa da Cloud Native Computing Foundation, 84% das empresas usavam containers na produção em 2020. Juntas, as tecnologias de Dockers e Kubernets agem em complementaridade, embora seja possível utilizar apenas uma delas. Quando utilizadas juntas, permitem que softwares rodem com mais segurança quando movidos de um ambiente computacional para outro.

A velocidade está entre as principais vantagens para uso de Dockers. Eles podem reduzir o tempo de implantação de horas para segundos. Ao criar um container para cada processo, é possível compartilhar  processos similares rapidamente com novos aplicativos. Com o uso de vários containers, aumenta a complexidade da segurança, uma vez que ela tem várias camadas.

Por isso, utilizar Kubernets é fundamental para o crescimento de sua empresa de forma segura. Sua orquestração permite que a criação de serviços de aplicações abranja múltiplos containers, sendo possível programar o uso deles no cluster e escalá-los, além de garantir sua integridade mesmo com o passar do tempo.

 

Quer saber mais sobre esta e outras soluções? A eZly pode ajudar sua empresa na implementação de Dockers e Kubernetes. Entre em contato com nosso time de especialistas preenchendo nosso formulário, disponível em https://ezly.com.br/fale-com-a-ezly/ ou pelo pelo telefone +55 11 3045-8282.

A eZly é Gold Partner IBM, uma das únicas empresas da América Latina com Certificação de Accreditation IBM em soluções B2B e tem ajudado ajudado centenas de empresas na integração de dados, em processos complexos, de forma eficiente e segura.

Fale com a eZly!